Weby shortcut
CCOM.logo
Logo UFJ
nobe.logo

Espaço do NOBE é aberto à comunidade acadêmica

Por ASCOM Câmpus Jataí. Criada em 06/06/19 13:34. Atualizada em 06/06/19 15:19.

Saúde mental e bem-estar são temáticas do programa 

Na manhã desta quinta-feira, dia 06 de junho, foi oficialmente aberto ao público o espaço destinado às atividades do Núcleo Orientador do Bem-Estar (NOBE).

O espaço, localizado no térreo do Casarão do Câmpus Riachuelo foi pensado como um ambiente de acolhida, conforto e bem-estar. O programa ofertará apoio na área de saúde mental para a comunidade acadêmica, com foco principal nos discentes, e servirá ainda para atividades de capacitação na referida área de conhecimento, para oficinas, palestras e práticas que promovam o bem-estar psíquico. A maior aposta deste espaço são os projetos de ações preventivas e as ações em grupo.

Na abertura do espaço estiveram presentes membros da equipe multiprofissional que atua no programa, o diretor da Regional Jataí da UFG, professor Alessandro Martins, o vice-diretor, Fernando Filgueira, coordenadores, membros da comunidade acadêmica em geral e da representante da Secretaria Municipal de Saúde, Renata Caldeira. 

 

Abertura. NOBE3 Abertura. NOBE2

 

Na ocasião a coordenadora do NOBE, assistente social Neiva Freitas, destacou a necessidade cada vez maior de ações relacionadas à prevenção de adoecimento no âmbito da saúde mental e dos cuidados com os aspectos psíquicos e emocionais. Os professores Alessandro Martins e Fernando Filgueira agradeceram todos os servidores que colaboraram para a implantação do espaço e destacaram a importância e a necessidade do trabalho na área da saúde mental no ambiente acadêmico.

 

Abertura. NOBE
Parte da equipe multiprofissional do NOBE e gestores institucionais 

 

O programa

O NOBE é um programa de apoio aos discentes, em casos emergenciais, no âmbito da saúde mental.
O programa funciona do casarão do campus Riachuelo (Térreo) com a participação de uma Equipe multiprofissional (Assistente social, Enfermeira, Psicóloga, Psicopedagoga e Psiquiatra). O atendimento tem uma duração de um mês, podendo se estender mais dois meses com encaminhamento para a rede de atendimento de saúde mental do município.

De quinze em quinze dias é feito o acolhimento e triagem dos discentes que possuem o perfil para participar do Programa. Para participar do acolhimento, o discente precisa preencher o formulário que está na página da CCOM e estar presente nos dias e horários divulgados.

 

 

 

 

Fonte: ASCOM UFJ

Categorias: notícias